fbpx

Minha História

Minha História

Sou Talitta Maciel

Quero dividir com você, minha

História de SUPERAÇÃO!

Já fui obesa!

Dos meus 7 aos 9 anos de idade eu pesei 90 kg, tive pressão alta e por muito pouco não foi necessário um transplante renal. Isso tudo, graça a uma alimentação muito errada que minha mãe ingênua me fornecia sem saber dos prejuízos: uma infância regada a Coca Cola, batata frita, muito chocolate, muita salsicha, Sopão, macarrão instantâneos e isso tudo 100% dos dias da semana.

 

Naquele tempo, quem fazia as orientações pra minha mãe foi uma nefrologista, consegui emagrecer, minha mãe teve muitos puxões de orelha e a fé da minha mãe também foi muito importante.

 

Já tive Síndrome do ovário policístico (SOP)

Eu cresci, emagreci, sofri muito com ovários policísticos, sintomas horrorosos de tpm, cólicas absurdas aos 11 anos precisei da intervenção de anticoncepcional, todos os meses eu desmaiava de dor e precisava medicação intravenosa, #buscopan não alivia. Sempre muito alérgica. Eu desenvolvia uma a 2 novas alergias mensalmente e todos os tratamentos possíveis, coriza constante, manchas pelo corpo, tudo era difícil: viajar não podia, nem pensar bichinho de estimação, casa sem tapete, cortina e até absorventes íntimos eu tinha alergia!

 

Minha profissão

Resolvi estudar nutrição, me formei e ainda assim, ficava sempre com intestino preso, minhas alergias só pioravam, me entupia de antialérgicos…

Casei, me formei e fiquei frustada. Nada na minha saúde mudava, fui informada que dificilmente teria filhos. Fui atender minha primeira cliente, fiz tudo o que me ensinaram na faculdade e me sentir péssima, eu estava pedindo algo para a minha cliente que eu não fazia!

Eu estava complicando a vida daquela pessoa. Ninguém em sã consciência abre 8, 12 tipos de produtos diferentes em casa, preso a contagem de calorias e aquela loucura toda que é fazer dieta!

Não sabia cozinhar nada, tinha que estudar, trabalhar e comecei a desenvolver técnicas de congelamento pra deixar minha vida mais fácil, assim foi nascendo outra empresa, formei minha cozinha industrial e desenvolvi o kit detox maravilindo!

Fui fazer um curso livre de suplementação e conheci a nutrição funcional e comecei a aplicar os conceitos na minha vida e sarei de todos os problemas que eu tinha (saúde íntima da mulher, alergias) fui estudar, fiz a pós graduação e antes disso eu atendia os meus pacientes mais com a minha emoção de entender a necessidade dele, corrigindo o comportamento alimentar e o que eu ia testando na minha casa eu ensinava no consultório.

O fundo do poço também foi necessário pra eu recomeçar uma nova história…

Eu fui casada por quase 8 anos, total de 11 anos de relacionamento, tive dois filhos lindos e após uma situação de divórcio conturbado, me vi no fundo do poço com 2 bebês (2 meses e 2 anos) para criar e com um grande problema financeiro para resolver. Eu entrei em depressão, desisti de viver algumas vezes, mas eu precisava lutar pelos meus filhos e reverter toda aquela  situação.

 

O quadro de depressão foi tão intenso que me renderam 19 dias de UTI, eu tenho megacólon  é um problema congênito (a pessoa nasce assim) é um intestino 3,5 vezes maior  em calibre e cumprimento do que de uma pessoa da mesma altura que eu. Desde sempre tive problemas intestinais, fiquei até sem evacuar 21 dias durante minha adolescência e isso era de acordo com meu estado emocional, com o luto de um casamento frustado eu tive em uma linguagem popular “nó intestinal”   eu cheguei a pensar que talvez não sairia viva daquele hospital. Eu fiquei sem ver meus filhos, minha mãe precisava cuidar deles, o meu caçula foi arrancado do peito literalmente, devido a carga de medicamentos que eu precisei tomar a amamentação foi interrompida.

 

Escrevi um livro dentro da UTI

As horas dentro de uma UTI não passam e eu tinha só o meu celular, então tive a ideia de escrever as receitas que eu fazia em casa, meus temperos, como eu fazia o básico, foi ai que eu escrevi meu livro e hoje e-book Reeducação Alimentar – o que falta pra dar certo, meu best seller  se você quiser um exemplar adquira aqui __________

 

 

Minha autoestima destruída..

Eu precisei fazer uma cirurgia de urgência, onde me rendeu uma cicatriz de aproximadamente 30 cm na vertical no meu abdome mais 3 hérnias gigantes que me impediram muito tempo de voltar as minhas práticas de atividade física e eu sempre fui muito ativa, fiz musculação a vida toda e durante o período de gravidez do Matheus eu fiz Pilates até na semana do parto o que me ajudou muito passar por 15 horas de trabalho de parto normal.

 

Na segunda gravidez eu tentei 8 horas de trabalho de parto, mas precisou evoluir para uma cesariana, já estava em condições difíceis emocionalmente, devido ao fato do casamento preste a falecer, minha autoestima destruída e já muito cansada daquela vida. E na hora do nascimento do Pedro eu tive complicações que os médicos me falaram que meu filho tinha grandes chances de nascer com problemas neurológicos e isso foi mais um milagre que eu vivi. Meu filho é perfeito, muito inteligente. Glória à Deus por tudo isso!

 

Eu estava com 2 bebês, mutilada, zero de autoestima, envergonhada porque ninguém casa para se separar, perante a comunidade que eu vivo esse principio é essencial, minha mãe não deixou eu voltar pra minha casa, com a barriga aberta, como eu cuidaria dos meus pequenos, a situação financeira piorava, eu tinha a clínica e a loja de suplementos nutricionais, e se eu não estive lá, não tinha faturamento e as despesas não paravam de chegar…

 

Eu não tive outra opção, nas duas gravidezes eu não tive licença maternidade, mas fui obrigada a ficar 30 dias de repouso pós UTI. Fiquei na casa da minha mãe 9 meses e pelas circunstâncias óbvias, eu fiquei no papel sendo “a irmã mais velha dos meus filhos” e aquilo me frustrava ainda mais, porque deu tudo errado o que eu tinha planejado pra minha vida…tive a sorte de ter pais maravilhosos, mas mesmo eles eu sentia que estavam perdidos naquele turbilhão de situações acontecendo tudo ao mesmo tempo.

 

Retomando a vida…

Com a ajuda de Deus, dos meus pai eu lutei pra retomar minha vida… tive um anjo que me ajudou a reescrever minha nova trajetória. Voltei pra minha casa, voltei pra minha vida profissional, fui apagando incêndio por incêndio. Naquele tempo achava que nenhum homem iria olhar nunca mais pra mim!

 

Eu era uma só e minha agenda com espera para 3 meses para passar comigo, afinal sempre  tive muito clientes, mas como eu sairia daquela situação? Eu fui pioneira a desenvolver atendimentos em grupo, o sucesso foi tão grande que eu fechava em 2 dias 3 turmas, sendo assim, já tinha lista de espera para os próximos grupos…

 

Eu guardava meus problemas no bolso, passava por todo aquele luto e via mulheres restauradas, animadas, cheias de energia, com casamentos restaurados e os maridos pela primeira vez ajudando nos processos de emagrecimento das suas companheiras, eles mandavam recadinhos: – Como assim, acabou o curso da nutri? Ou as alunas mostravam os pratos que os maridos tinhas feitos receitinhas da nutri pra quando elas chegassem em casa. Isso me dava muita força pra continuar!

 

A verdadeira mudança era de dentro pra fora, m 60 dias essa mulherada emagrecia, 8, 10, 12, 15 kg eu tive cases e quanto orgulho! Com as técnicas de coaching, tudo aquilo que ia trabalhando com os grupos isso também me fortalecia!

 

Ah quantas histórias de quase divórcios foram revertidas, porque essa mulher aprendeu a se amar, valorizar, melhorou a autoestima, levou pra casa uma alimentação equilibrada pra toda a família, sabia o que comprar no mercado, aprendeu a como deixar mais fácil a vida dela e isso me motivava cada dia mais e assim foram 25 turmas no presencial.

 

Por causa das dores das hérnias me afastei dos treinamentos, e derivados da depressão desenvolvi a fibromialgia, são dores incalculáveis que sensação de incapacidade para cumprir as tarefas da rotina era um fardo. Sem treinar, com dores eu precisei colocar em prática todo o meu conhecimento da nutrição funcional e desenvolvi um cardápio que ajuda em todas as questões citadas e ainda ajuda a desinchar, perder peso, eliminar gordura, mesmo sem fazer atividade física. Percebi nos grupos de emagrecimento que muitas mulheres também não treinavam por muitos motivos e achavam que era impossível emagrecer sem treinar e aplicando a minha metodologia a mulherada tinha resultado, pelo menos parte deles dependendo do objetivo de cada uma…

 

Atendi aos pedidos

O sucesso foi tanto nas redes sociais, os resultados a satisfação das alunas e as pessoas de lugares distantes me pediam para fazer algo online e poder oferecer em outras cidades, estados e hoje até alunas fora do Brasil eu tenho. Eu estava curada enquanto curava outras mulheres e ninguém percebia o que estava acontecendo comigo…

 

Me apaixonei por outra cicatriz

Eu fiquei pronta, fortalecida pra encontrar uma nova pessoa! Mandei uma cartinha pra Deus, nos mínimos detalhes de como eu queria esse novo relacionamento. Isso pode te parecer bobo, mas chama-se FÉ. Deus me deu como eu pedi e o cuidado dele é tão grande, que meu amor tem uma cicatriz mais larga do que a  minha e disse logo de cara que não se importava em eu ter uma também, do segundo dia em diante que nos conhecemos meu nome nunca mais foi Talitta, e sim Talinda, quantas vezes ele me chamar no whatsapp ou pessoalmente é Talinda pra ele, isso me fez entender que eu sou mais do que uma cicatriz.

 

 

Fênix

Eu entrei em um novo momento da minha vida, mudei de cidade, remodelei meu negócio,  ainda com poucas condições financeiras e as despesas com meus pequenos ainda maiores, eu resolvi pedi ajuda aos parceiros e fiz a gravação desse curso em alto padrão!

 

Inclui novas aulas, criei novos conteúdos e passei todo o meu conhecimento de emagrecimento e as estratégias para corrigir a saúde integral da mulher neste curso Magra e Mais Feliz.

 

Hoje eu sou muito amada, eu amo muito, tenho um parceiro que me apoia em cada sonho, meus filhos estudam em um dos melhores colégios de São Paulo, eu também mudei por dentro, perdoei e sou grata o meu passado, quero viver tudo o que estiver nos planos de Deus pra minha vida e pra minha família!

 

O meu combustível diário é acordar e ver tantos relatos, histórias das maravilindas, tantas histórias de superação!

 

Eu amo a vida que eu desenhei ter e hoje eu tenho! Você também pode mudar sua vida e escrever sua nova história!

 

Quero muito que você atinge seu objetivo! Topa ir comigo? Eu sou sua mentora daqui pra frente!

× Fale com a Nutri