Dra. Talitta Maciel

Nutricionista graduada pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional pelo Centro Valéria Pascoal/ Divisão de Pesquisa e Ensino (UNICSUL). Membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional e da Associação Brasileira da Nutrição Esportiva (ABNE). Sócia-proprietária da loja de produtos naturais, o SHOP LIGHT e do ESPAÇO REEDUCAÇÃO ALIMENTAR. Com ampla experiência e atuação pioneira em Nutrição Esportiva Funcional e Visão Ortomolecular, em Osasco e região. Consultora para textos de diversas revistas e meios publicitários e ministra aulas de culinária saudável. Palestrante, no hall oficial de serviços da Amil Assistência Médica e consultora para órgãos públicos. Em 2015 lançou a linha de Congelados by Nutri, com foco em oferecer refeições práticas e saudáveis. Também é autora do livro Reeducação Alimentar – Receitas & Segredos.

Um pouco da minha história

Fui uma criança com alguns problemas de saúde, o que mais se destacava era a bronquite que a cada ano se acentuava mais, mas se transformado em todas as “ites” possíveis. Meus irmãos também trataram a bronquite, meus pais sempre foram muito cuidadosos e cautelosos conosco, sempre me levaram à médicos de diversas especialidades, consumi diversos medicamentos e sempre escutava que eu “ tinha que me conformar”, o nariz não parava de escorrer, um coriza intensa, os olhos ficavam melados, tinha feridas na pele, espirra muito e assim por diante. A bronquite evoluiu para renite, sinusite, dermatite, etc.

A cada mês eu desenvolvia uma nova alergia, na minha casa não podia ter cortinas, tapetes o meu quarto não tinha bichos de pelúcia, não podia com perfumes, maquiagem, bijuterias nem pensar. Tive algumas alergias bizarras, como a tinta azul da calça jeans e até o absorvente íntimo.

Com 11 anos fui diagnosticada com síndrome do ovário policístico, passei a tomar anticoncepcionais para controlar as dores, cólicas e TPM, que era muito severa e que me fazia sofrer muito. Muitas vezes parecia que a TPM durava o mês inteiro, sem contar o fluxo intenso e prolongado. Quando parara o uso do anticoncepcional, (como só era tratado o sintoma, não foi tratado a causa), minha vida era só sofrimento na questão hormonal.

Formei-me em Nutrição e não pensava em ter consultório e muito menos trabalhar com Nutrição esportiva, eu era à exceção da minha turma. Sempre acreditei que teria um bom cargo em alguma empresa multinacional ou trabalhar com consultoria e supervisão na área de refeições coletivas, minha área de destaque e intensa atuação durante o período da faculdade.

As situações foram acontecendo, um novo caminho foi surgindo e Deus sempre nos surpreende, sem que eu percebesse já estava totalmente envolvida e mergulhada na missão de ajudar as pessoas nos seus objetivos, mas de certa forma me frustrava em não poder fazer mais nada pela pessoa além de só perder peso e chegava a um ponto que a partir dali não existia mais em que diminuir calorias no cardápio.

Meu problema de saúde permanecia e minha alimentação era bem regular, afinal eu era nutricionista formada, tinha que me esforçar. Tudo light, uso de adoçantes, alimentos com poucas calorias, uma alimentação normal do ponto de vista da mídia, tido como saudável.

Um dia fui fazer um curso de suplementação e foi questionado sobre a CORREÇÃO e o desequilíbrio do organismo para todos os sintomas que eu tinha. Cheguei em casa, contei para os meus pais e meu esposo, eles não acreditaram em mim. Tudo o que eu tinha era por conta da alimentação que eu fazia mesmo sendo saudável ao ponto de vista da mídia e da nutrição, pra mim fazia muito mal e o meu desafio era fazer a “faxina” desses alimentos do meu organismo e depois descobri qual seria minha tolerância, em consumir.

Ninguém acreditou, mas foram 30 dias maravilhosos, sem precisar de medicamentos para nada, nem percebi que iria menstruar, e todos notaram minha nítida melhora. Ao consumir o que fazia mal, esse foi meu teste, descobrir que hoje eu posso até consumir, mas é semanalmente, dessa forma não sobrecarrego meu organismo.

Depois disso, eu me aprofundei no assunto e fui estudar além da contagem de calorias, fui saber identificar que dependendo do alimento pode fazer muito mal para alguns e muito bem para outros e quem nem tudo que é visto com saudável, pode trazer algum beneficio para nossa saúde, somo pessoas bioquimicamente diferentes e porque nossa alimentação tem que ser igual a de todos?!!

Foi identificado o que meu organismo não tolerava e tinha algumas dificuldades para digerir selecionadas proteínas, o que me causava os transtornos citados acima e hoje não sofro com a Tensão Pré Menstrual, não há mais crise, meu intestino regularizou, não tenho mais problemas com insônia e os inchaços recorrentes desapareceram.

Meu esposo, o Anderson é um apaixonado por nutrição e decidiu cursar a graduação de nutrição. Em breve, tenho certeza que será um grande profissional na área, assim vamos dividir os atendimentos no futuro e segmentar ainda mais nossa clínica.

sobrenos